22 de Dezembro de 2008

As vezes temos que cometer erros, fazer loucuras, esquecer o que está ao nosso lado e mandarmo nos para o desconhecido, sem pensarmos nas consequencias so para ter um momento diferente...foi isso que senti, que tinha que fazer algo para estragar a minha melancolia, o meu eu...tao previsivel como a certeza de que hoje é hoje e o que esta para tras não muda nao volta foi.se e pronto...

senti me viva ao fazer o que nunca tinha feito...parece que ganhei coragem para seguir em frente rumo a outro destino que nao o da desilusão...

no meio do escuro aquele meu gesto foi muito mais do que um beijo, senti que cresci por dentro, senti que não sou apenas a eu...sou uma mulher com sonhos, objectivos, crenças, ideais, valores meus, com o meu proprio sorriso, minha força de querer continuar a tentar ser feliz...naquele momento descubri que ficar parada a espera que algo aconteça não me levava a lado nenhum a não ser ao sofrimento...

quem sabe se a minha loucura não me leva a um porto seguro?

vou esperar e ver o que acontece...mas sem expectativas, apenas esperar por um dia muito melhor do que o anterior...

 

 

 

publicado por palavrasincronizadas às 16:26 link do post
15 de Dezembro de 2008

 

 

 

publicado por palavrasincronizadas às 20:39 link do post
12 de Dezembro de 2008

Basta pensar em sentir

Para sentir em pensar.

Meu coração faz sorrir

Meu coração a chorar.

Depois de parar de andar,

depois de ficar e ir,

hei -de ser quem vai chegar

Para ser quem quer partir.

Viver é não conseguir...

 

Fernando Pessoa

publicado por palavrasincronizadas às 19:08 link do post
05 de Dezembro de 2008

Continuo a mesma desde que fiz 20 anos...movo me por mim e pelos conselhos qua a minha mae me dá...diz me para nao pensar em certas coisas, mas a verdade é k eu penso muito nisso...

quando temos nao queremos e deitamos fora, mas quando nao a temos sentimos a perda dela, uma ausencia que eu ainda sinto mas k nao passa da minha imaginaçao...é a minha cabeça que ainda a comanda...talvez esteja a fazer um recalcamento, mas  a verdade é k eu sinto muitas coisas que a uns meses ainda sentia, excepto uma, amor...

ja nao consigo sentir amor quando o meu cerebro comanda me raiva, muito raiva...e onde vao todas essas energias? eu sei para onde vao...a maioria fica na água sempre que treino, mas um bom pedaço do ódio por alguem fica ca dentro...

a pessoa nao tem culpa. eu sei disso. mas é a unica forma que tenho de viver sobre isso!

este assunto esta muito apagado, mas eu lembro me muito bem das coisas...em vez de vazio, tenho revolta...

em vez de amor, conseguiu que eu tenha dois modos de agir. por um lado desprezo e por outro ate sinto amizade...é muito estranho nao é?

como posso apagar akilo que sinto? ainda nao estou preparada para avançar para outra corrida quando o medo de falhar é enorme, maior ainda que o medo de cair...

enquanto isso vou vivendo nos meus lençois, nas minhas cábulas, na minha água, com poucos amigos mas bons! " ele nao é meu amigo, e nao sei se algum dia vai ser".

 

 

publicado por palavrasincronizadas às 11:26 link do post
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Posts mais comentados
3 comentários
3 comentários
3 comentários
3 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
favoritos

Como ele é...

últ. comentários
Sem dúvida irei acompanhar o novo blog :D
=(As boas recordações ninguém vos tira, garanto. U...
adoro, também Desejo-te um feliz Natal e que o ano...
Isso é só uma fase, depois passa. Embora até eu(e ...
Pois dá graças a Deus teres esse bom ambiente.É te...
Sim a nossa casa é o nosso porto seguro, mas há qu...
Sacrifícios da profissão, não é? Olha eu também ad...
Engraçado, a minha filha fez 20 no dia 18 de Novem...
Somos duas...:PBeijinhos***
E que bem escolhido. :)
blogs SAPO